8 de abr de 2011

OS PERÍODOS ARQUEOLÓGICOS DA PALESTINA (Do Neolítico até a Idade do Ferro)


   Para Mazar ( 2003:51 ),a terminologia para os períodos mais remotos na palestina é baseada na periodização mundial mantida desde o trabalho de 1819 do arqueólogo dinamarquês Ch.J Thomsen.
Trata-se do sistema de Três Idades,que divide os períodos remotos em três unidades principais: Idade da Pedra, Idade do Bronze e Idade do Ferro.
     Segue-se abaixo uma tabela elaborada pelo arqueólogo israelense Amihai Mazar:
















Em função da disponibilidade do tempo apresentaremos uma síntese, a partir do período calcolítico.Este período se estendeu pelo fim do quinto e a maior parte do quarto milênios a.C.

O termo “calcolítico” baseado no grego chalkos,(cobre) e lithos (pedra), marca o aparecimento do cobre – o primeiro metal usado pelo homem.
  • Principal cultura – é a Gassuliana ( uma referência a Teleilat Ghassûl, verificar a posição no mapa, pois, este é o sítio-chave desse período),com 200 mil metros quadrados de área, localizado em uma encosta, elevando-se acima da costa oriental do Mar Morto.Neste sítio arqueológico foram encontrados vários artefatos que retratavam o estilo de vida, estrutura familiar, sistema de culto e etc.
  • Características: As casas eram planejadas arquitetônicamente – eram conectadas umas às outras em suas estreitas laterais.Segundo o autor acima citado, era para criar diversas cadeias paralelas de casas com espaços abertos entre as cadeias.As casas mediam cerca de 3,5m x 12m. As cadeias de casas serviam a uma família nuclear.( Encontraram de 20 a 50 casas nos assentamentos maiores dessa região , eram casas retângulares maciçamente construídas com grandes pedras de basalto e pavimentadas com pedras).
  • Assentamentos: em linha geral, ficavam em áreas como o deserto da Judéia, as colinas de Golã e Teleilat Ghassûl.
  • O templo em Engadiem si era uma “sala larga” medindo cerca de 5m x 20m, com a entrada na longa parede de frente para o pátio. O templo representava a casa do deus. Um Santo dos Santos – uma instalação em forma de ferradura com com uma pedra polida a prumo.Ossos e cinzas de animais encontrados em covas circulares eram os remanescentes dos sacrifícios ali feitos, e os bancos no templo serviam para oferendas. O conceito da “sala larga”no templo em Engadi era o começo de uma tradição de aquitetura religiosa na Palestina, que deveria persistir até pelo terceiro milênio a.C. Até o fim da Idade de Bronze Antigo.
  • A indústria de cobre e a “Caverna do Tesouro”a mais sofisticada indústria de cobre. Diversos objetos feitos desse material foram descobertos em assentamentos:cabeças de machados em Teleilat Ghassûl e diversas cabeças de maça e outros artefatos na região da Barsabéia.
  • Em 1961 a descoberta feita por P.Bar-Adon do depósito de metais na “Caverna do Tesouro”em Nahal Mishmar, uma distante caverna sobre a face de um penhasco no Deserto de Judá, foi revolucionária.O bem oculto depósito incluía 436 objetos de cobre,enrolados em uma esteira. Estavam excepcionalmente conservados devido às condições climáticas extremamente secas.Estes objetos eram bem feitos e ilustravam uma sofisticada tecnologia de fundição de metal.

Idade do Bronzehá uma discordância entre os estudiosos com relação da utilização deste metal no sentido moderno ( liga de cobre e estanho, ou de cobre e manganês ) ainda não existia na época.Outros, porém, defendem a remota utilização.As datas desse período oscilam ente 3300,3000 e 1200 a.C.

Mudanças de grande alcance ocorreram em todo o antigo Oriente Próximo:
Tanto no Egito faraônico como na Mesopotâmia sumeriana – desenvolveram civilizações literárias, caracterizadas por um complexo governo e pelas hierarquias religiosa, administrativa e social.( Ambas as civilizações desenvolveram um sistema de escrita, bem como de arquitetura e arte monumentais.

  • Características: Casas redondas, estruturas curvilíneas ou elipsada – pode representar uma tradição estrangeira ( possivelmente leste da Anatólia ).
  • Costumes funerários:  As famílias eram enterradas na mesma caverna artificial ou natural juntamente com uma variedade de oferendas: vasos de cerâmica, jóias e objetos de metal.
  • Assentamentos: Numerosos foram encontrados no período do BA I,que estavam estabelecidos nas regiões férteis do país: a planície costeira, Sefelá, vale do Jordão dentre outros.
  • Economia: Novas culturas foram introduzidas, especialmente a horticultura, nas regiões montanhosas; uvas e figos ( podem ter sido plantadas pela 1a vez durante esse período ).
  • Sítio-chave: é o Tel Erani ( BA I ), atingiu uma área de quase 200 mil metros quadrados.
  • Cultura urbana : ( BA II e III – aprox. 3050 – 2300 a.C. ), encontraram: Cidades fortificadas, com edifícios públicos, como templos, palácios, celeiros e reservatórios de água, ilustram esse processo.
  • Fruticultura evoluida: Os estudos paleoambientais encontraram uvas, tâmaras, figos, romãse resmanecentes de azeitonas.
  • Fortificações: muros simples de pedra, com entre 3 e 4 metros de largura, cercavam cidades ( exemplo: Arad, Meguido, Jericó , dentre outras ), torres em forma de ferrraduras e semicirculares.
  • Período dos patriarcas : comparando as narrativas bíblicas com relação as cidades fortificadas, a ambientação do antigo Oriente Próximo – peregrinação de Abraão.Ademais, o arquivo de Mari fornece informações sobre a estrutura social e ao comportamento do cotidiano da época e os arquivos de Nuzi.
  • Opressão da dominação egípcia: ( aprox. 1550 – 1200 a.C. ) é necessário neste contexto estudar os antecedentes históricos – expulsão dos hicsos, reunificação do Egito dentre outros ).
Idade do Ferro – Compreende o período de 1200 a 300 a.C.aproximadamente.

Neste período, surgiram mudanças significativas:

  1. O sistema cananeu de cidades-Estados foi substituída por uma estrutura etnopolítica – em que diversas regiões do país foram habitadas por diferentes povos. ( Assim, na Palestina Ocidental havia israelitas, filisteus e outros povos do mar correlatos, além dos resmanecentes da população cananéia nativa.
  2. Período dos Juízes : Os filisteus foram os primeiros a utlizarem o ferro.Os israelitas se expandem como nação.Período de conturbações internacionais.
  3. Divisão do reino
  4. Cativeiro Assírio ( Sargão II ).
  5. Destruição do templo de Salomão ( aprox. 586 a.C. )
  6. Utilização de cerâmica bicolor.
  7. Costumes funarários: foram identificados desde sepulturas simples, vasos esquifes, sepulturas em rochas e urnas dependendo do contexto histórico.
  8. Arquitetura das habitações: Predominancia de casas com pilares.


______________________________________________________________________________________


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:




CHAMPLIN,R.N. Enciclopédia de Bíblia,Teologia e Filosofia.Volume III.7a edição.Editora:Agnos.São Paulo,2004.
MAZAR,Amihai. Arqueologia na Terra da Bíblia. Editora: Paulinas, São Paulo, 2003.
PRICE,Randall.Pedras que clamam,2a edição, Editora: CPAD, Rio de Janeiro, 2003.

THOMPSON, DR.John A .A Bíblia e a Arqueologia,Editora: Vida cristã, São Paulo,2004.



Nenhum comentário: