2 de set de 2012


O NASCIMENTO DA ANTROPOLOGIA




A Antropologia mostra-se indispensável na importante tarefa de facilitar a convivência entre as diferentes culturas. Não é possível a convivência sem o respeito pelos "outros": outros povos, as outras mentalidades e as outras culturas.
A Antropologia é uma disciplina que investiga as origens, o desenvolvimento e as semelhanças das sociedades humanas, assim como as diferenças entre elas.
O que a distingue das demais ciências?
Segundo o antropológo Herskovitis "está no fato importantíssimo de que a Antropologia, centrando sua atenção no homem ( humanidade ), leva em conta todos os aspectos da existência humana: biológica e cultura; passada e presente, combinando esses diversos materiais numa abordagem integrada no problema da existência humana.

  1. A ANTROPOLOGIA ENTRE OS ANTIGOS:


    1. HERÓDOTO ( 484-424 a.C )


O ambiente de seu tempo centrava-se em especulações sobre a origem da humanidade. Ele, pois viajou muito pelo mundo então conhecido,tendo observado muitos povos e costumes diferentes. Como antropólogos modernos, ele entrevistrou "informantes" chaves e registrou suas declarações. Os relatos das testemunhas oculares ele chamou-os de historié, significando literalmente seguir a pista de algo.
Em suas viagens descreveu:
Padrões de casamentos, hábitos alimentares, e outros costumes. ( tornou-se tema importante para Antropologia, diga-se Etnologia )
Ponto central, no método de sua pesquisa - fazia comparação entre as culturas.


2. TÁCITO ( ROMANO 98 d.C )


Embora uns poucos gregos antigos fôssem os primeiros a iniciar o estudo naturalista do homem, é necessário destacar os romanos. Em seu livro, Germania, ele descreu: O caráter, os costumes e o ambiente geográfico das tribos germânicas.


3. TITO LÍVIO ( ROMANO 59 a.C -17 d.C )


Descreveu sobre os gauleses na batalha de Ália em 387 a.C ( atual Toscana ).


4. STRABO ( GREGO 63 a.C )
Geográfo e historiador, descreveu os povos de "longe". Deixou uma importantíssima contribuição sobre o ambiente físico e geográfico dos povos então pesquisados.


5. AL BIRONI ( 973 d.C )


Foi autor de um célebre tratado sobre a India e seus habitantes.


6. IBN BATUTA ( 1304-1378 d.C )


Conhecido como o " príncipe dos viajantes".
Descreveu em suas viagens (durante aproximadamente 28 anos) : Práticas religiosas, costumes e a relação de vários governos islâmicos. Observou e descreveu a natureza da sociedade humana.


  • 7. IBN KHALDOUN ( 1332-1406 d.C )
Foi precursor direto da Etnologia. Escreveu a história dos Berberes.
8. MARCO POLO ( 1271-1295 d.C )
Viajou durante 20 anos, China,India e o resto do mundo. Autor do livro o Milhão. Descreveu as populações da Ásia e da África durante as suas viagens. Relatou as habitações, divisão de trabalho, hábitos alimentícios e valores.


A ERA DAS DESCOBERTAS:


  • A ASCENSÃO DA ANTROPOLOGIA
( dogma teológico tempo da criação e paleontologia ).4004 a.C ARCEBISPO USSHER EM 1650.


  • OS FILOSÓFOS DO ILUMINISMO


  • ANTROPOLOGIA APLICADA
OS ABORIGINES mortos em 1835 - 203 restavam na tasmânia.


Em 1837 foi fundada a sociedade de proteção aos aborigínes - em Londres.




CLASSIFICAÇÃO DA ANTROPOLOGIA:


    A) Antropologia física:
    B) Antropologia Cultural:
Podemos tambem classificar desta forma:
    1. Empírica
    2. Filosófica
    3. Física
    4. Cultural


Por sua vez, a Antropologia Cultural pode subdividir em:


    a) Etnolinguistica
    b) Etnopsicologia
    c) Etnopsiquiatria
    d) Etnohistória
    e) Etnoeconomia
    f) Etnogeografia


Portanto, o conhecimento antropológico envolve o uso de
técnicas e teorias de muitas disciplinas.






FORMAÇÃO DE UMA LITERATURA "ETNOGRÁFICA" SOBRE A DIVERSIDADE CULTURAL:


  1. PERÍODO - SÉC. XVI-XIX


CARACTERÍSTICAS: Relatos de viagens ( cartas, diários, relatórios etc.) feitos por missionários, viajantes, comerciantes, exploradores, militares, administradores coloniais, etc.
TEMAS E CONCEITOS: Descrições das terras ( fauna, flora, topografia) dos povos "descobertos" ( hábitos e crenças ).












BIBLIOGRAFIA:


ACIOLI, Vera Lúcia Costa. A escrita no Brasil colônia. Recife: editora Massangana,2003.
ALCÂNTARA, Claúdia Sales de. Fé,expressão e cultura. São Paulo: editora Reflexão,2009.
BARRIO,Angel B. Espina. Manual de Antropologia cultural.Recife: editora Massangana,2005.




Nenhum comentário: